Por acaso cheguei atrasada no ponto então decidi tomar um ônibus diferente, para driblar o caminho e não triplicar o atraso para o compromisso da tarde. Eis que embarco e antes mesmo de sentar sou surpreendida. Um olhar que eu já não via há mais de cinco anos me sorri carinhoso. Era a minha professora de português da sétima e oitava série lá na Escola Jesus Cristo. Íris é o seu nome. Minha principal incentivadora no mundo da poesia. Foi ela quem viu pela primeira vez uma poesia escrita numa tarde qualquer e que me levaria tão longe. 
Ela me contou que ainda hoje, quando acontece o festival de poesia, ela fala toda orgulhosa para todos da sua aluna que conseguiu um lugar no concurso estadual. E concorrendo com tantas meninas e meninos do estado, ganhou um dos prêmios: melhor intérprete. Da sua própria poesia, daquela corrigida pela pró, alguns meses antes da conquista. 
Foi tão incrível conhecer pessoas de cidades distantes, ter encontros periódicos até o dia da apresentação, escolher figurino, fazer pintura no rosto. Me apresentar diversas vezes em lugares diferentes no evento. Ser convidada posteriormente para uma apresentação no Centro Histórico, Pelourinho, durante outro evento. E a paixão pela poesia que só fez crescer.
Nada disso seria possível se ela mesma, essa mulher determinada e gentil não tivesse me ajudado a revisar a primeira poesia que tive coragem de compartilhar. 
Lembramos de tudo isso no busú, aquele que eu peguei por acaso. Ela me contou dos novos alunos, e de como seus filhos cresceram. Nós duas revelamos a saudade e prometemos nos encontrar novamente. O ponto dela foi antes do meu e ela teve que descer, não sem antes me dar um abraço apertado. Fiquei ali olhando pela janela e deixando as lembranças fluírem enquanto o ônibus seguia. A essa altura eu já não me importava mais em me atrasar para o compromisso. Eu já havia ganhado o meu dia. 












P.S: Esse texto foi rascunhado no busú. E trouxe de volta essa coluna para a qual eu não escrevia há mais de dois anos!!! (Como assim blogger?! Pra mim foi ontem que escrevi o "Companheiro de viagem" , ai tempo, tempo, tempoo ♪).
Clique e veja mais histórias viajantes de trilhas urbanas ► No busú ◄ prometo demorar menos para a próxima! 

14 Comentários

  1. que história mais sensacional. me deu saudades das épocas que pegava o ônibus. curiosa nas próximas ♥ é sempre tão bom observar (e ser observado).


    lindo lindo.

    beijo enorme,
    Mafê ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito bom mesmo, Mafê! Que bom que gostou!
      Um abraço!

      Excluir
  2. Ah!!! Que história mais cheia de amor! É muito bom relembrar momentos assim, principalmente, lembrar de alguém que nos ajudou a ser quem somos hoje.
    <3 Ameiiii
    ajufaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É fundamental, Ju! Muito bom que gostou!
      Um abraço!

      Excluir
  3. que fofinha isso de bosú, é tipo uma coluna de textos né? E olha como pegar o ônibus diferente pode mudar nossa vida ou ao menos acrescentar algo nela né? Lindo! Espero daqui a uns anos encontrar os professores que me fizeram acreditar no que eu escrevia, nas poesias e das prosas <3
    dezoitoemponto.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É sim, já postei alguns!
      Sim, mudar o roteiro as vezes é muito bom!
      Que bom que gostou,
      Um abraço!

      Excluir
  4. que delicia de história, eu achei super legal você reecontrar alguém que fez a sua história, acho super legal esses reecontros <3

    e adorei essa tag, vou ler outras, quero entrar mais nas suas histórias ahahha
    beijos :*

    japona.mairanamba.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Reencontros nos deixam mais vivos né?!
      Que bom que gostou.
      Um abraço!

      Excluir
  5. Adoro essa sua crônica, e já te disse que sempre me lembro dela! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou e se tornou significante pra vc, flor!
      Um abraço!

      Excluir
  6. Olha, não tem nada que me encha mais de alegria do que dar de cara com essas coincidências da vida! E mais legal ainda é reencontrar alguém que nos incentivou em algum momento e nos ajudou a alcanças objetivos né!?!?

    Adorei sua história, e adorei o carinho que você transmitiu com ela.
    um beijo e mais sucesso com a poesia Deise :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiim é maravilhoso, só temos que nos permitir!!!
      Muito obrigada!
      Um abraço!

      Excluir

Muito obrigada pela visita \0/. Participe da melodia, comente e me diga o que achou, sua opnião é SUPER importante!!!