Com um sorriso bobão no rosto, ainda custo a acreditar. Para os demais aqui presentes o motivo do riso passa completamente despercebido. Pela milésima vez vejo todos esses rostos, que não são os mesmos de ontem, e vislumbro que certamente cada qual tem uma história, com diferentes formas de encarar as situações cotidianas.
Eu tenho uma mania, e imaginava que ninguém teria a mesma. Até hoje. 
Ao caminhar pela rua é comum encontrar alguém distribuindo panfletos. Aceito todos de bom grado, caso esteja com as mãos livres. Leio o que nele estiver impresso e começo a dobrar, não para enfiar na próxima lixeira, mas para dar-lhe asas. Dobro o papel até que vire um "tsuru"*, eis a minha mania. As vezes guardo o tsuru na bolsa, as vezes dou pra alguém e as vezes deixo no ônibus pra provocar o próximo passageiro e assim, dar asas também à sua imaginação.
Estou sentada no corredor e ao olhar pra minha esquerda, onde está sentada uma moça, pude ver o tsuru pousado entre as frestas da janela, branco com letras vermelhas, ao seu lado o pedaço que sobrou da dobradura estava oferecendo algo GRÁTIS, assim mesmo em letras garrafais. Daqui não consigo ver o que é, mas só pode ser meu sorriso, que nasceu tímido e tornou-se largo, quando me deparei que há no mundo alguém que goste de deixar tsurus por aí, como eu. Gostaria de abraçá-la seja lá quem for, será que é a moça ao meu lado? Estou com vergonha de perguntar, queria que ela descesse antes do meu destino para que eu possa fotografar o tusuru, caso não ocorra, ele já está desenhado em minha mente. 
____
Não desceu, mas fotografei o tsuru cá no coração de menina agitada e curiosa. E viva aos inquietos do busú!

*Tsuru é uma ave sagrada japonesa, segundo a lenda, ele vive mil anos e tem o poder de conceder desejos. O tsuru é o origami mais conhecido. A tradição diz que quem fizer mil tsurus terá um pedido muito especial realizado. 


4 Comentários

  1. Preciso aprender a fazer. Gosto tanto quando encontro um por aí...

    Beijo Deisoca :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu te ensino, quando for aí em BC, Maria!!
      Beijos!!

      Excluir
  2. Não sei fazer tsuru - invejo quem faz. O máximo que consigo nesse tipo de arte é "fazer origami com o meu papel de trouxa", rs. Eu também pegava panfletos na rua e fazia barquinhos, desses que aprendemos na escola.
    Hoje evito, faço cara de paisagem para quem vier me panfletar. Não tenho mais aciência para levar tanto lixo desinteressante na bolsa.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. rsrsrsrsr É facinho Nina! Se da primeira vez alguém for te mostrando como fazer você aprende. Posso te ensinar quando a gente se encontrar por aí! rsrsrs
      Abraço!!!

      Excluir

Muito obrigada pela visita \0/. Participe da melodia, comente e me diga o que achou, sua opnião é SUPER importante!!!